Mensagem de Jesus para o Domingo de Ramos: Misericórdia pelos inocentes.

Atualizado: 5 de Abr de 2020

O evangelho de São Lucas descreve como, mesmo frente a grande sofrimento, Jesus pede a Deus Pai que seja misericordioso com aqueles que não sabem o que fazem que em sua ignorância, são inocentes.


Jesus chega triunfante à Jerusalem
Domingo de Ramos - Preciosa Arte Sacra

Mesmo sabendo de seu destino, Jesus não deixa de perdoar.


Em uma das passagens mais importantes do Novo Testamento, São Lucas relata o desejo de Jesus em compartilhar sua última ceia com seus discípulos.


"Tenho desejado ardentemente comer convosco esta Páscoa, antes de sofrer, pois vos digo: não tornarei a comê-la, até que ela se cumpra no Reino de Deus”. Lucas 22: 15-16.

Todos queremos compartilhar momentos importantes com aqueles que amamos mas Jesus o fez mesmo sabendo que entre seus amados estava o traidor que o levaria à cruz. Este momento de clareza de propósito ilustra como Jesus sabia o caminho certo a percorrer. Mesmo sabendo que seria martirizado, Jesus escolheu o caminho de sua responsabilidade; o caminho que ele, como conhecedor da vontade de Deus Pai, percorreria para garantir a salvação da humanidade.


E não foi uma decisão fácil, mesmo sendo ele filho do Senhor e o mais santo dos homens. Nada disso. Foi uma decisão sofrida. Tão sofrida que, no topo do Horto das Oliveiras, Jesus se prostou sobre a terra e orou em agonia.


"Ele entrou em agonia e orava ain­da com mais instância, e seu suor tornou-se como gotas de sangue a escorrer pela terra." Lucas 22:44.

E qual a importância da dificuldade e do tormento de Jesus em seguir a vontade de Deus?

É simples, Jesus enquanto homem, padecia das fraquezas que todos nós, seres humanos temos. O medo da dor e do sofrimento nos assola e agonizamos quando devemos escolher trilhar pelo caminho dos justos que muitas vezes é o caminho mais difícil.


Jesus entende a nossa fraca constituição e nos ama apesar dela. Isso é ter misericórdia.


Clique aqui para conhecer a Nossa Senhora do Preciosíssimo Sangue



Amor de Mãe


Em sua Homilia Dominical No. 448, o Padre Paulo Ricardo relata o papel da Virgem Maria durantes esses momentos difíceis pelos quais Jesus passou no Horto das Oliveiras.


Apesar de não estar presente, podemos imaginar que Maria rezava pelo bem de seu filho amado e que suas rezas foram ouvidas por Deus que enviou um anjo para consolar Jesus. Esse é o poder do amor de mãe que, em oração nos envia um anjo nos momentos em que mais precisamos.


Nossa Senhora do Preciosíssimo Sangue é a mãe querida que nos envia a proteção angelical nos momentos em que precisamos, como Jesus, escolher o caminho dos justos e proteger a vida das crianças que ainda não nasceram. Ela ora pelas mulheres grávidas e toca seus corações para que não sucumbam ao desespero e tenham misericórdia da vida inocente que carregam em seus úteros.


O amor vence o medo. Essa é a lição do Horto das Oliveiras.





Que neste Domingo dos Ramos, Jesus se manisfeste em sua vida e traga o consolo para sua agonia nestes tempos de tanto sofrimento e medo.


Que o amor de Nossa Senhora do Preciosíssimo Sangue coloque um anjo ao seu lado e evolva sua alma como um cobertor quentinho, afastando todo o frio e o medo.



Oração pelo conforto de Deus em momentos difíceis


Derramai, ó Deus, a vossa graça em nossos corações,

para que, conhecendo, pela mensagem do Anjo, a encarnação do Cristo, vosso Filho, cheguemos, por sua paixão e cruz, à glória da ressurreição pela intercessão da Virgem Maria, pelo mesmo Cristo, Senhor Nosso.

Amém!


Ângelus - Devocionário de Nossa Senhora do Preciosíssimo Sangue





#PaixãoDeCristo #DomingoDeRamos #Pascoa #Jesus #Misericordia #NossaSenhora #PreciosaArteSacra #HortoDasOliveiras #Anjo

173 visualizações0 comentário